7.8.08

Reunião Ordinária da Câmara Municipal - 8 de Agosto de 2008

Realiza-se amanhã, pelas 10 h, mais uma reunião ordinária da Câmara Municipal de Silves, a única que se realizará em Agosto e que também é pública.
A Ordem de Trabalhos é a seguinte:
1. Aprovação da Acta;
2. Informações;
3. Antes da Ordem do Dia;
4. Processos de Obras Particulares (34 itens);
5. Processos de Obras Municipais (3 itens);
6. Assuntos Diversos (19 itens).
Entre as Obras Municipais fazemos destaque para um pedido de alteração do procedimento concursal referente à pavimentação da estrada VNC10, e para a intenção de adjudicação da empreitada de Requalificação Urbana da Frente-Mar de Armação de Pêra (Poente e Nascente), obra há muito prometida e que tem agora o prazo de 8 meses (após consulta prévia e adjudicação) para ser terminada. Mais uma vez, a Presidente da Câmara não resistiu aos holofotes dos media e, ainda antes da formal adjudicação que se realiza provavelmente amanhã, já anunciou o início das obras para Outubro na edição em papel do Barlavento. Maiorias absolutas podem com certeza muito, não podem é sistematicamente denegrir o papel do executivo que só é de todo o plenário autárquico!
Já nos Assuntos Diversos fica destaque para a proposta de minuta para a transferência da jurisdição das estradas EN124-3 (EN124-Barragem do Arade) e da EN264 (Messines-Algoz) novamente para o domínio público rodoviário do Estado (Estradas de Portugal,S.A.), já que enquanto no domínio municipal (desde Setembro de 2004) não se concretizaram os projectos de requalificação com co-financiameno comunitário.
Fica também, findo o período de inquérito público, à consideração da Câmara, que a submete posteriormente à Assembleia Municipal, a deliberação sobre as alterações do PDM para a zona de Messines e para a zona poente de Alcantarilha (agora instruídas com alguns anexos suplementares), esta última com algum eco mediático recente.

7 comentários:

Anónimo disse...

Exmo. Senhor Professor Manuel Ramos
Fiz um comentario, mais exatamente, um pedido ao Senhor Manuel Ramos, inserido no espaço reservado aos comentarios do seu post datado de 29.7.08, no qual eu tento fazer-lhe compreender a situação do Sr. José Gonçalves, porem não obtive nenhuma reacção por parte do Senhor. Talvez o Senhor Manuel Ramos não tenha reparado que tem comentarios nesse seu post.
Fico na expectativa de ter uma resposta da sua parte.
Aceite os meus cumprimentos, de um cidadão com coração.

Manuel Ramos disse...

Eu li, caro Anónimo, mas continuo a digerir as acusações que, considerando injustas, me foram dirigidas pelo senhor. Acontece até que antes mesmo do dia em que estas injustas acusações foram feitas, e também já depois disso, fui eu que questionei o executivo permanente sobre o estado da situação no período de antes da ordem do dia das reuniões camarárias. Sem respostas concretas, é verdade,dizendo mesmo a presidente que desconhecia qualquer comunicação do senhor, o que é desmentido pelas cartas que entretanto ele publicou no blogue. Por isso me caíram tão mal as acusações de alguém que parte para o ataque pessoal sem sequer agradecer o solidário comentário que fiz no seu primeiro post no blogue que iniciou ou o e-mail pessoal que lhe enviei e a que não respondeu (tal qual a Câmara!). O senhor pode pensar o que quiser sobre a minha cautelosa actuação no seio de uma reunião pública onde oiço, pela primeira ou segunda vez, falar deste caso. Não sou pessoa para "fazer filmes", "falar para a acta" ou fazer "discurso para inglês ver". Pode ser defeito meu, mas não estou em campanha eleitoral. Só procuro fazer bem aquilo que posso fazer, e não é muito, consideradas as circunstâncias. E casos como os do senhor Gonçalves, ressalvadas quaisquer comparações directas que sempre são injustas, há muitos, infelizmente, em todas as reuniões públicas de câmara. Ainda hoje, dia 8 de Agosto, por um simples sinal de trânsito, quiçá mal colocado, alguém falou que lhe tinham feito ameaças de morte!!
Dito isto, e para terminar, peço desculpa por não ter respondido ao seu primeiro comentário, mas continuo em "digestão" de algum mau tratamento de que ainda não recobrei.
Talvez precise de férias, que ainda não gozei, ainda que profissionalmente tivessem começado no dia 23 de Julho! (esta é directa ao Sr. Joaquim Gonçalves que tem muito má opinião dos políticos, ainda que amadores como é o meu caso!).

Anónimo disse...

Apesar do eco mediático e da publicidade fraudulenta que vem sendo impingida aos Munícipes, ainda haverá alguém a acreditar nas palavras ocas proferidas por D. Isabel Soares?
Então a senhora pensa que as pessoas estão todas loucas e não percebem quanto de demagogia barata vem utilizando?
Então as pessoas não sabem que, com a sua incompetência, incoerência e falsidade, tem levado pessoas ao desespero ( caso do Senhor Mário Gonçalves e que, infelizmente, culminou com o seu suicídio)?
Então as pessoas não sabem que existem inúmeros casos suspeitos e sob investigação?
Então as pessoas não sabem quanto de traição existe em tudo o que diz ou promete?
Então as pessoas não sabem ser impossível que a Presidente desconheça o que pode estar por detrás duma alteração ao PDM (Alcantarilha) e que se traduz em MILHÕES?.
Então as pessoas não sabem o estado em que se encontra a parte velha da cidade, depois das "suas" obras Polis, que não têm fim? Parece que foi alvo dum bombardeamento.
Por que se aproximam novas eleições vem prometer o que sabe não ter condições para fazer?Silves é uma cidade defunta como defuntos são os políticos de meia tijela que a têm sequestrada.
Há corrupção que ninguém demonstra porque, uns mais, outros menos,todos são fruta da época.
A cidade de Silves tem de ser limpa dos compadrios, da corrupção e de tudo o que a faz parecer uma cidade perdida no tempo.
A população do Concelho está sequestrada e precisa de ajuda.
Os Munícipes de Silves têm de ser libertados.
Quem tem poderes para ajudar porque não o faz?
Acudam a Silves.
Mais Um

Zequinha disse...

Se é necessário acudir Silves, então Armação de Pêra nem se fala... parece um bairro de betão a abarrotar lixo...

Como é possivel quem está na Câmara permitir esta regressão civilizacional? A responsabilidade deveria ser partilhada entre decisores politicos e técnicos que preparam a preceito tais decisões....

Manuel Ramos disse...

Foi dado pré-aviso:
http://vereadordacdu.blogspot.com/2008/06/reunio-ordinria-da-cmara-municipal-4-de.html

Anónimo disse...

Como responsável pelo blog e conhecedor do pré-aviso deve fazer o que for conveniente.

Anónimo disse...

O anonimo do primeiro comentario, vem agradecer a gentileja do Sr. Manuel Ramos e já agora lhe desejar umas ferias tranquilas e que sirvam para o Senhor carregar as baterias para e em resposta ao anonimo que pede para libertarem Silves dessa pandilha que está no poder, ter a força e argumentação para ajudar quem luta pelo bem de Silves, independentemente da cor partidaria...ou sua ausencia.
Alguem disse que um país sem lei se torna ingovernavel...onde para a lei e quem a faça cumprir, para pôr no caminho certo toda esta sociedade de corruptos que imperam neste país? Não estão só em Silves, meus amigos, infelizmente são mais que as mães, perdoem-me a expressão.