16.3.08

Façam fila

in http://direitoelegal.wordpress.com/2008/03/
A presença na última reunião pública de câmara do presidente dos "Amigos dos Pequeninos de Silves", o Sr. Joaquim Adelino Santos, e de algumas técnicas e educadoras, reclamando o pagamento de subsídios à instituição que já ultrapassam os 100 000 euros, alguns remontando a 2004, foi, no mínimo, constrangedora. Não pela situação em si, que não é inédita, embora tenda a vulgarizar-se, mas pelo facto de uma instituição prestigiada, que desempenha fundamental papel no seio da nossa comunidade, sentir necessidade de se apresentar publicamente reclamando o que lhe cabe por direito, quase mendigando. "Somos ignorados", foi o título que deu o Correio da Manhã a este assunto. Fosse eu a escrever, acrescentaria "...e enganados".

Infelizmente, não foi nada que não previsse e já alertara para tal. Na fila há muita gente à espera, e os primeiros a receber são aqueles que podem garantir novamente obra visível na altura de votar. As ONGs, as nossas instituições culturais e recreativas, enfim, todos os outros, ponham-se na fila, bem sentados,...e bem comportados.

Porque a situação só irá piorar!

19 comentários:

jaquim disse...

Ai se os meninos votassem? as escolas brilhavam, eram só visitas de estudo, possívelmente até com a companhia da presidenta. Se calhar até as refeições eram oferecidas.

Mas só se os meninos votassem!
E se votassem, votariam nela, por terem a barriga cheia ou por serem ainda inconscientes, ingénuos como os que infelizmente meterão a cruz à frente do seu nome nas próximas eleições?

Que pena que tenho de tão poucas pessoas terem acesso à informação!

Anónimo disse...

Julgo que hà um regime de excepção para algumas instituições como os armacenenses, não é Sr. Roger Pinto?

Zé da bola

Jaquim disse...

Mas esse não conta! esse é dos deles!
Esse também mama!

Anónimo disse...

Há pois, não se esqueçam do filho do Sr. Roger Pinto! Que tem uma avença mensal com os armacenenses de 600,00 euros.

Mais uma vez à custa da Câmara Municipal, que paga um subsídio...

Passo a Bola!!!

Manuel Ramos disse...

E eu, qual Rui Costa, recebo-a e passo-a se me disserem de vossa justiça: deve ou não a Câmara contrair um empréstimo (como a presidente já pré-anunciou na notícia do Correio da Manhã) bancário para fazer face às dívidas que mantém com algumas(quais?) instituições?

Zézinho disse...

Se eu me colocar na posição dela penso: "Não sou eu que vou pagar para que é que me estou a chatear? Peço um empréstimo, pago-lhes, eles ficam todos contentes, votam em mim, eu vou-me governando e quando me for embora, o último que sair que feche a porta e apague a luz porque eu vou tratar dos meus nigóices!"

Depois volto à minha pessoa e penso:
"Infelizmente nada podemos fazer, as Câmaras são o refúgio para os maiores calões se governarem, tem sido e continuará a ser porque os políticos de profissão são assim, está-lhes no sangue! É ver o exemplo do que se está a passar com o PSD de Silves!".

Resta-nos esperar que a educação que as pessoas já vão tendo não permita a esta gente chegar aos lugares onde se tomam as decisões.

Coitados dos que se iludem, não se iluda Dr., Lute!

Anónimo disse...

Não, não deve.
Deve é cortar nas despesas com os seus afilhados e familiares de membros do executivo.
A hipótese de empréstimo merece um cartão amarelo quase avermelhado.
É um reflexo da má/péssima gestão que está a fazer.
Se pedir um empréstimo para pagar ás instituições terá que pedir muitos mais empréstimos para as outras dividas.

Não esquecer que estamos numa semana santa.
É caso para dizer ALELUIA

Zé da bola

Anónimo disse...

Na minha opinião merece é um cartão vermelho!!!
A situação já se arrasta algum tempo, não é de hoje nem de ontem. Mas chegou a uma situação de ruptura que não consegue controlar a despesa corrente, mas prefere ignorar a situação, para depois dizer que desconhecia tal situação, enfim..... histórias intermináveis da Câmara Municipal de Silves.
Depois algum investimento que tem sido feito que não gera emprego mas despesa para Câmara, deixando de lado todas as preocupações económicas e sociais que este concelho está a viver.
Mas a culpa, não é só de Isabel Soares, porque ano após ano a Assembleia Municipal já tinha tempo de ter colocado um travão através da não aprovação do Orçamento Municipal, que é sempre superior à realidade. Como aprova, deixa espaço à Câmara Municipal para continuar a contrair despesa.
Relativamente à contracção de um empréstimo para saneamento financeiro seria a opção mais adequada, para liquidar os compromissos com terceiros que não tem nada haver com este descontrolo financeiro da Câmara.
Mas deixar aprovar um empréstimo para saneamento financeiro é dar uma medalha de ouro a Isabel Soares, ou seja, liquida as contas e consegue realizar mais despesa populista porque ao aproximar-se o fim do mandato necessita de levar os velhotes a dar uma voltinha de avião e de fazer mais umas festarolas para animar o povo.
A oposição da Câmara Municipal deve de chumbar a proposta e que não tenham medo de que Isabel Soares diga que a culpa e vossa porque quem contraiu a despesa e que deve de assumir as responsabilidades.
No entanto, na Assembleia Municipal logo se verá se algum membro da oposição leva alguma fatia, tipo o caso do queijo limiano... e fará passar a proposta de empréstimo.

Passo a bola para a defesa!!!

Anónimo disse...

que mera vergonha sr. vereador!

este blogue é o seu espelho!

já agora, porque o sr. não conta o resto, que por exemplo esta instituição dá subsídios a outro. questiono então se esta instituição merece receber subsídios, que parece estar com saldo demasiadamente positivo, para além de haver no fundo da questão uma guerra pessoal mas que não é com a CMP ou a sua presidente. porque que o sr. vereador não diz a verdade e eu sei muito bem que sabe! eu chamo a isto aproveitamento politico mesquinho e ....

tenho dito

Anónimo disse...

Errata:

não conta o resto, que por exemplo esta instituição dá subsídios a "outros"

CMP deve ler CMS

Manuel Ramos disse...

Digo o que sei e a mais não sou obrigado. Quem devia dizer o que sabe era o senhor, que se refere a guerras pessoais que não conheço, subsídios a "outros" que não nomeia, enfim, esquecendo o essencial: há subsídios a pagar desde 2004, inscritos em sucessivos orçamentos de Câmara e isso ninguém pode negar, nem mesmo a Presidente que o confirmou.
E esta é a resposta possível ao anónimo que me chama mentiroso. Quanto ao resto, porque não nos conta você?

Anónimo disse...

pelo que li nas noticias é verdade qua a CMS deve realmente, mas o sr. não respondeu á questão se acha justo dar dinheiro a uma instituição que depois dá a outras.

quanto ao chamar mentiroso, não lhe apelidei de tal.

Zézinho disse...

Eles sabem. Sabem, andam por aí antentos, colocam comentários mas têm medo de falar, porque será?
Será porque também mamam? Ou serão eles?

Manuel Ramos disse...

Oh! Senhor Anónimo,
Não me chamou mentiroso, mas foi o mesmo, não brinquemos aos eufemismos: "porque que o sr. vereador não diz a verdade e eu sei muito bem que sabe!"
Quanto ao que leu nas notícias, não ligue a isso. Digo-lhe eu, diz-lhe a presidente, dizem-lhe os orçamentos e as contas de gerência. Não foram pagos subsídios devidos aos Amigos dos Pequeninos e a muitas outras instituições, e ponto final. Se é justo atribuir-lhes subsídio é outra questão, e não fui eu que o decidi! Fui esta maioria perante algum pedido ou comparticipação prevista/acordada. Quanto a essa história de que atribui subsídios a outros, é o senhor que o diz, e é o senhor que deve esclarecer. Só depois posso avaliar se é justo, legal ou outra coisa. Não acha?

Zézinho disse...

Lá diz o outro:

"Que fale agora ou que se cale para sempre!"

- e ele calou-se! Mas sabe!

Joaquim Sanos disse...

Exº Senhor Vereador

Aguardo a sua resposta conforme o prometido referente a Acção social.
Só espero que o Srº não tenha as mesma atitude da Srª Presidente de lhe fazerem perguntas na Assembleia municipal e levar meses a responder ou então dá não respostas. Penso que o Srº Vereador tem conhecimento dessas situações.

Cumprir o prometido só indica homens de palavra, poderá ver o caso do Srº Zapatero, prometeu cumpriu, Poderia ter perdido as eleições mas pelo menos foi honesto com os seus conterrâneos.
Só espero que de Espanha venha ensinamentos de sinceridade, honestidade e justiça, para os nossos políticos. Que por cá é um bem muito escasso. Por isso não estranho que continuamos a ser uns atrasados em relação aos restantes países. Nunca aprendemos com os exemplos bons ou maus dos outros, queremos é mostrar que sabemos fazer, e depois e o que se vê.
Com os melhores cumprimento
Joaquim Santos

Manuel Ramos disse...

Mais uma vez, senhor Joaquim Santos, não prima pela cortezia quando agora reclama nestes termos o que pediu. A minha obrigação informativa não é comparável à do executivo permanente. E assim quase perdi a vontade de lhe responder...Mas enfim, coloquei a questão ao vereador Rogério Pinto em anterior reunião e o que me foi dito sobre as sucessivas mudanças deste gabinete fazia sentido. Alterações de competências, pessoal, orgânica da câmara, e intervenções em novos terrenos (como é o caso do projecto Bairrismundi na Caixa d'Água) justificam alguma dispersão dos serviços. Mas eles continuam centralizados no edifício da Rua da Sé. O que sugeri é que a autarquia publicitasse correctamente na sua página Internet todos os dados de contacto dos vários organismos da câmara, especialmente os que fazem maior atendimento público.

Anónimo disse...

Caro Vereador Dr.Ramos

Não sei em pormenor o que esclareceu o Dr. Rogério Pinto, mas no que concerne aos Serviços de Acção Social a questão é simples:
Abriram um concurso para Chefe da Divisão onde a Acção Social se insere, que só permitia que concorresse o Prof. Tiago Leal. A Dra. Lina Neto, com mais de 20 anos de funcionalismo público e no topo da carreira não tinha competência para tal. Ora, vai daí, a dita cuja ficou chateada, não por não ser Chefe de Divisão, mas por não ter podido concorrer e, então, recusou-se a ficar a depender do dito cujo professor de Educação Física. Como fez muita pressão e ameaçou ir embora, arranjaram-lhe 2m2 onde colocaram uma secretária onde a Sra. agora trabalha. O resto do sector foi recambiado para as piscinas municipais. É lá que funcionam agora os serviços de acção social, não no edifício da Rua da Sé. Se estiver mesmo interessado em saber é só deslocar-se aos sítios referidos e confirmar.

Cumprimentos

Joaquim Santos disse...

Exª Senhor
Vereador

Quero desde já me penitenciar se fui mal educado consigo ou se de algum modo o ofendi, não foi de certeza a minha intenção.

Quero tambem agradecer o seu esclarecimento.

Agradeço tambem a Anonima, pelos esclarecimentos

Mas como são esclarecimentos opostos, vou optar pelo que me dá mais credibilidade.
Com os melhores Cumprimentos
Joaquim Santos