21.2.07

Adoro surpresas!

Com o título "Isabel Soares admite ser arguida em processo" faz hoje o Correio da Manhã notícia da situação que opõe a CMS à Sociedade de Recreio e Instrução de S. Marcos da Serra. Pura verdade o facto de neste processo ser já arguida, a própria o confirmou em reunião camarária do passado dia 14. Surpresa, só o facto de, e mais uma vez, vir invocar disparatadamente o segredo de justiça para não o confirmar. Como se, ser ou não ser arguido em processo judicial fosse segredo de justiça! Só faltava! Serve para tudo este segredo de justiça... esperemos agora que não sirva para na acta da referida reunião ser obliterada tal assunção que, diga-se em abono da verdade, nada diz ainda da culpa ou não da pessoa em questão que, por enquanto, goza da presunção de inocência. Inocência que é gravemente prejudicada, aí sim, pela manifestação de uma ameaça velada a quem disso faz informação (este blogue e outros) quando diz: "Qualquer dia os blogues podem ter uma surpresa". Este adora surpresas, por isso está sempre a dá-las! E, pelos vistos, a pouco e pouco, vai fazendo o seu trabalho ("A democracia e a vida autárquica aprofundam-se com o acesso à informação e o debate de ideias que esta pode sustentar") de tal forma que já merece irritada referência do poder político. Lamento que tenha sido em pleno desfile carnavalesco obrigada a comentar tal assunto, mas uma presidente de câmara, ainda que disfarçada de "africana" no Carnaval, continua a ser, para os munícipes, bem como para os tribunais, a presidente da Câmara Municipal de Silves.
P.S.- Uma correcção à notícia do Correio da Manhã: onde se fala de protocolo para o golfe, o jornalista fez confusão com o protocolo realizado com a família Mascarenhas para a realização do complexo desportivo municipal, ao Caniné. Esse protocolo secreto, e que denunciei, acabou por ser alvo de uma queixa da CDU/Silves ao Ministério Público e ao Tribunal Administrativo e Fiscal de Loulé; quanto ao golfe, o jornalista referia-se ao processo também em investigação pelo MP relativo à destruição dos vestígios arqueológicos romanos, classificados como Monumento de Interesse Público, na Vila Fria.

9 comentários:

Anónimo disse...

Talvez a Sra. Presidente não tenha, afinal, o perfil político que a população esperava dela! Penso que o seu destino, neste campo, está já traçado: com ou sem Carnaval, com ou sem ameaças, sinais de uma morte anunciada! Eu, agora mais do que nunca, não votarei nela! Esse direito cívico nem ela nem ninguém mo tira!

Adosinda Cortez disse...

cada vez gosto mais deste blogue.
cada vez gosto mais das ameaças da senhora "africana" que não pode ser perturbada em pleno desfile carnavalesco pelas notícias vindas a público é para isso que o os senhores autarcas recebem o vencimento, é para andarem a desfilar nos carnavais!...

Anónimo disse...

Ora o blogue é tão bom que já está a ir além-fronteiras! A Sra. Cortez deve ser de origem espanhola, presumo pelo nome. Nós aqui mais perto o que temos são as Cortes, onde eu já tive duas primas, que tiveram que emigrar para o Canadá (e isto na época ainda conseguia estar melhor do que agora).
Mas voltando ao assunto, vê-se que a Sra. Cortez não conhece as competências de um presidente, ou esta é nova e quem não conhece sou eu: desfilar em carnavais? é para isto que recebem o vencimento?
Mas eu penso que a Sra. Presidente, agora, só tem duas saídas: ou avança com a pré-candidatura, tão apressada como a do outro Sr., para tentar demonstrar que afinal não tem medo, apesar de todos os processos em que já é arguida e em que, provavelmente, virá a ser; ou, apesar de uns ainda lhe darem o benefício da dúvida, considerando-a presumível inocente, outros já a terem julgado e publicamente
condenado, ela, se ainda lhe restar um pouco de dignidade, retira-se da cena política. Porque uns nunca para ela foram talhados, e outros tentaram mas erraram, e a natureza não deve ser contrariada.
O dono deste blogue queria, há algum tempo, com JJJ, fazer um referendo. Porque não agora, um "blogoreferendo", para quem por aqui fosse passando? Seria como que uma sondagem à opinião dos munícipes, relativamente às duas questões postas. Fica o repto, Dr. Manuel Ramos!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Dr. Ramos, o Sr., que é uma pessoa coerente, deverá apagar o comentário anterior, porque a política e a vingança, qualquer delas, não deverá descer tão baixo!

Manuel Ramos disse...

É limpinho!

Manuel Ramos disse...

Desculpar-me-á o Anónimo que me propõe a sondagem, mas não acredito muito nisso das sondagens aqui pelo blogue. Ainda vou preferindo ouvir o que as pessoas dizem, dando-se ao trabalho de escrever o que pensam. É muito fácil dar cliques (lançar votos) e acabar por sair mais baralhado do que se entrou!

Anónimo disse...

Não precisa desculpar-se, Dr., o blogue é seu, e eu compreendo perfeitamente a sua linha de conduta, sempre muito recta. Desejo-lhe boa sorte para a continuação do seu mandato e para as próximas eleições, caso decida candidatar-se. Um munícipe amigo, ao seu dispor.

A.F. disse...

Dr. Ramos,
Se fizermos uma análise fria a tudo o que vem sucedendo na nossa Autarquia, fácilmente se conclui que a senhora Presidente teve o condão de desiludir toda a gente, incluindo alguns dos seus mais apaniguados seguidores.
Desprezou e tentou espezinhar tudo e todos, caíu no abismo por ambição desmedida, por arrogância e por se ter convencido que era dona e senhora duma Quinta no Algarve, o Concelho de Silves.
Como Silvense, lamento, profundamente, todo o atraso em que Silves mergulhou, como consequência da actuação de uma pessoa que não estava preparada para colocar Silves no lugar a que tem direito, no contexto dos Municípios do Algarve, e na senda do progresso.
Só soube gerar discórdia e criar conflitos que irão sobrar para quem vier a tomar as rédeas do Concelho.
E todos nós a pagar pelos atrasos e desmandos que a senhora provocou.
Silves é uma cidade destroçada, sem comércio, sem indústrias, sem agricultura, sem nada. Um deserto.
Resta-lhe a condição de dormitório para os que trabalham em Lagoa, Albufeira, Portimão, etc.
Parece uma cidade vítima dum bombardeamento, tantos são os buracos. Até os monumentos ameaçam ruir.
Sendo a surpresa um sentimento que emana de um qualquer acontecimento que não se espera, perante a ameaça que a senhora fez ao Correio da manhã, presumo que irá impor o fim dos blogues, isto é irá impor a censura. Será?
As verdades têm que ser ditas, custe o que custar, para que erros semelhantes possam ser evitados no futuro.
Os Bloguistas são os maus da fita.
A.F.