28.2.08

Reunião Ordinária da Assembleia Municipal - 29 de Fevereiro de 2008

Realiza-se no dia 29 de Fevereiro, pelas 21 horas, na Sala da Junta de Freguesia de Pêra, mais uma reunião ordinária da Assembleia Municipal.
A ordem de Trabalhos é a seguinte:
1ºPeríodo
Audiência ao Público
2ºPeríodo
Antes da Ordem do Dia
3ºPeríodo
Ordem do Dia
3.1. Análise e deliberação de Proposta de Concurso Público para concessão de um Quiosque sito na Praça Al-Mutamide - Silves;
3.2. Análise e deliberação do Estatuto de Direito da Oposição - Discussão Pública;
3.3. Análise e deliberação sobre a renovação de Mandato dos elementos da Assembleia Municipal de Silves que integram a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo do Concelho de Silves;
3.4. Análise e deliberação sobre alteração do PDM em regime simplificado no Figueiral, Silves;
3.5. Análise e deliberação sobre a alteração do Regulamento do PDM por adaptação ao PROT;
3.6.1. Análise e deliberação de proposta para criação do Conselho Municipal de Segurança;
3.6.2. Análise e deliberação sobre o Regulamento do Conselho Municipal de Segurança;
3.7. Análise do Relatório de Actividades da Câmara Municipal de Silves referente aos meses de Dezembro/07 e Janeiro/08;
3.8. Questões a colocar pelos membros da Assembleia Municipal à Câmara Municipal de Silves.

24 comentários:

Anónimo disse...

Três dezenas de pessoas estiveram ontem à noite frente à Sé de Silves numa vigília – manifestação, por causa das precárias condições em que se encontra a igreja matriz da cidade.
Exactamente 31 pessoas responderam à 1ª chamada que o novo líder da concelhia do PSD de Silves fez, desde que tomou posse.

O “grupelho” era composto por: Isabel Soares e seu marido (que chegaram cerca das 21h e 12m), a mãe de Isabel Soares, Dona Aliete e sua amiga Ascensão Loia, José Pedro Soares (filho de Isabel Soares e Líder actual do PSD concelhio), José Manuel Estiveira e sua mulher Leonor Mourinho, a mãe de Maria José Encarnação (Presidente da mesa da Concelhia do PSD concelhio), alguns membros dos Rotários de Silves e …mais alguns nomes bem conhecidos e que fazem parte do séquito da Presidente da Câmara.

Saliento que, com esta vigília – manifestação, (comunicada a sua realização às rádios e jornais e por estes divulgada), pretendia Isabel Soares lançar o seu filho Zé Pedro, e ao mesmo tempo exigir do Governo aquilo que a própria Isabel Soares não fez, quando o governo era PSD, tanto no tempo de Santana Lopes como no de Durão Barroso; este problema da Igreja de Silves não é de ontem ou de antes de ontem.

A ausência das pessoas de Silves fica-se a dever, não à falta de fé dos cidadãos, mas essencialmente, ao oportunismo mais uma vez demonstrado e que já não passa despercebido a ninguém.

Anónimo disse...

Estou inteiramente de acordo com todas as diligências e movimentações que possam contribuir para a solução de um problema que a todos nós Silvenses nos envergonha, a derrocada da nossa SÉ.
Náo posso concordar com o aproveitamento político feito Isabel Soares e seu clã que, todos sabemos, nunca teve nem tem qualquer afinidade com a Igreja.
Um pouco de respeito e dignidade ficar-lhes-ia bem.
Digo isto com o devido respeito por meia dúzia pessoas que, ingénua ou interesseiramente, a seguem e são católicas.
Amigo de Silves.

Manuel Ramos disse...

De alguém, aparentemente tão bem informado quanto a quem lá esteve, estranho não ter referido a minha presença. Por que também lá estive, e estarei sempre que as circunstâncias e os superiores interesses do concelho o demandem. Não me interessam oportunismos políticos, não me interessa a cor das convocatórias, interessa-me simplesmente o bem desta cidade e concelho. Por muito que isso surpreenda, indigne ou escandalize os "ortodoxos", estarei em todas as lutas que considere justas, seja quem for que as promova. Acima da partidarite que contagiou este país!

O JUSTICEIRO disse...

Ah grande Zé Pedro, não acertavas uma nos tempos da escola... demoraste uma eternidade para acabar o Secundário... Nunca me hei de esquecer daquele exame de matemática em que na escolha múltipla resolveste escolher só um exercício porque era "escolha múltipla"... lol...

Com esta maltosa do PSD, a Sé vai ruir, é na certa... e com o Zé Pedro a liderar as vedetas isto vai ser quinje a zero em prejuízo de todos nós...

Já agora Sr. VEREADOR, reparei que no sábado esteve em Armação de Pêra! Veio fazer vistoria ao betão armado ou contabilizar as gruas que se avistam na vila, bem como os buracos do asfalto nas ruas interiores de Armação de Pêra?

É que o terceiro mundo a que os executivos CDU e PSD nos condenaram é revoltante e indigno para qualquer país que se pretende evoluído...

Baltazar Garzon disse...

O futuro está assegurado, o Zé está a fazer um estágio de liderança do PSD concelhio para depois assumir a Presidência da Autarquia! Isto promete...

Estamos em África e nos tempos da Idade Média, em que a liderança passa de pais para filhos independentemente das qualidades e das capacidades destes para governar... A concretização deste tipo de subterfúgios coaduna-se com a sede de protagonismo dos intervenientes...

Manuel Ramos disse...

Não, fui só comer um peixinho fresco ao Serol, aproveitando para ver como parava a construção da nova urbanização que fechará, a nascente, a vila.
Já agora, acrescente também os executivos PS, talvez os primeiros adeptos da betonização da vila, como aconteceu em Portimão.

Joaquim Santos disse...

Exº Senhores

Ao ler os comentários anteriores fico triste ao que chegou a mentalidade e postura da população.

Os Silvenses não tem qualquer interesse pela cultura e pelos seus monumentos. As circunstancias da vida tornas nos apáticos. Para qualquer cidadão estar um buraco ou a limpeza das Ruas serem uma desgraça, o quanto os parquímetros vai estragar a economia da cidade, ou se as taxas autárquicas são as mais elevadas no Algarve nada lhes diz respeito.
É triste quando nos tornamos dependentes de vontades politicas, sermos escravos das vontades de uma ou duas pessoas.
Quando deixarmos de ter o sentido crítico não passamos de meros carneiros atrás do pastor.

Noutras regiões do pais, quando algo afecta as populações ou os seus interesses culturais ou sociais elas estão lá em peso, não há cores politicas, não há condições sociais nem educacionais há apenas um objectivo obter o que desejam.
Em Silves ainda andamos com as capelinhas e com guerras de putos, com as politiquices de gente demente e sem escrúpulos.
Não era mais fácil as forças políticas se juntarem pelo interesse cultural e organizar uma concentração pela recuperação da Sé.
Com so melhores cumprimentos

Joaquim Santos

Mr. Hyde disse...

Sr. Justiceiro, noto que existe uma apetência da sua parte para “fazer justiça”! Tanto Rigor a relembrar estórias (e não histórias) dos bancos de escola…Apraz-me que vossa eminência traga assuntos tão importantes sobre os problemas do nosso concelho para este Blog. Tanto quanto depreendo da sua intervenção, a sua preocupação e visão dos problemas (presentes e futuros) que se passam neste concelho, prendem-se sobretudo com o passado e desempenho académico de um seu ex-colega da escola secundária de Silves…sabe, Descartes em relação ao “passado” referiu o seguinte: “Quando se é demasiado curioso de coisas praticadas nos séculos passados, é comum ficar-se ignorante das que se praticam no presente”

Sr. Baltazar Garzon – Conhecido em Espanha como "super - juiz" ou "juiz - estrela" - Cuidado, porque isso de “fazer justiça” acabou por provocar o ódio dos nacionalistas bascos, que consideram que atacou a cultura basca e não o terrorismo, a quando o encerramento dos jornais Egin e Egunkaria, além da rádio Egin Irratia.. Por enquanto, não se vislumbra a presença de Bascos ou Etarras cá por estes lados…no entanto, o meu (humilde) conselho vai no sentido de o Sr Dr Juiz, não pensar em fechar a Rádio Algarve FM (ex-Rádio Racal) e os jornais Voz de Silves e Terra Ruiva…não vá o diabo tecê-las…

Fernando Aparício disse...

Caro Justiceiro,

O passado escolar do Dr. José Soares pode não ter sido o mais brilhante, mas concluiu o 12.º e o Sr.? Acabou o bacharel em Gestão e o Sr.? Acabou a Licenciatura em Gestão de Marketing e o Sr.? Frequenta o mestrado em Marketing e o Sr.? Espero que tenha pelo menos chegado onde o Dr. José Soares chegou.

Este deu a cara pelo que defende, o património da cidade seja ele qual for, mesmo que seja a Sé de Silves, que deve ser conservado e que se deve lutar por ele.

Aproveito para informar que tiveram por volta de três centenas de populares e a quem dou toda a liberdade para criticar, pois quem não participa nas actividades cívicas não tem moral para criticar, mas parece que algumas pessoas que gostam de escrever em blogs não passaram nos exames de matemática e português.

Aproveito para demonstrar a minha esperança, na rápida recuperação do edifício.

“Quando não se respeita ou não faz respeitar os outros, não pode ser respeitado.”

“A liberdade de um indivíduo acaba quando começa a do outro!”

Cumprimentos,

Fernando Aparício

Anónimo disse...

A sua liberdade Fernando Aparício acabou, quando mente ao dizer que tiveram (???!!!) trés centenas de populares. ESTIVERAM 3 DEZENAS E UMA UNIDADE e foram con~tados pelos dedos.

Anónimo disse...

Está realmente animada a política silvense... Permita-me que responda a um anónimo (não sei de que horas ...) Aquele que teve o cuidado de expôr o brilhante curriculum do Dr. José Soares... Ele é bacharel, ele é lic ... e agora até mestre ...
Agora só já precisa da presidência da Câmara de Silves para chegar a Professor Doutor...
TIREM-ME DESTE FILME ....

ANTON CHIGURTH disse...

O Fernando Aparício deve ser a Adelina Capelo cá do burgo, verborreia tanto que acaba por dar tiros no próprio pé...

Anónimo disse...

3 centenas . . . esse deve ser o numero dos afilhados da madrinha que não foram á manifestação.
Segundo sei hoje, 2ºf, alguns dos afilhados foram chamados á atenção, levaram nas orelhas.
As Julias, as Giroas, os Carlos, as Marias e outras preferiram ficar a ver a novela.( já estão lá dentro . . . )
ZZ

Manuel Ramos disse...

Meus caros,
Não é propriamente este tipo de debate que eu gosto de patrocinar (leia-se, hospedar).
Perturbou-me sobretudo o Anónimo que se deu ao trabalho de contar,pelos dedos, 30 mais um participantes ( e não me viu!), o que não deve andar longe da verdade!! Mas são sinais perigosos, estas preocupações estatísticas,vindos, imagino eu, de quem quer ser diferente do status quo. Esperava sobretudo que me dissessem como viram a minha participação neste evento. Eu quis e quero continuar a ser diferente,livre, independente, arreando a crítica política e as diferenças ideológicas que me separam desta maioria camarária, do PSD/Silves, sempre que as motivações e as lutas sejam as minhas. E assim deve ser, se queremos que esta cidade/concelho vá a algum lado, se queremos ganhar alguma das batalhas que travemos. O processo REN/Alta Tensão demonstrou isso mesmo. Estarei com Isabel Soares ou com quer que seja quando entender que é o melhor para este concelho, ponho os pés à parede e denuncio tudo e todos quando o contrário se verificar. E, modéstia à parte, já dei provas...

Anónimo disse...

HÉHÉHÉ....
O próprio dono do blog a pedir que lhe dêem atenção:)
Quanto às pessoas que tiveram lá, e eu tive, deveriam ser realmente as 3 centenas, acho que é brincar com os que lá tiveram sem nada a ter com partidarismos.
Quanto ao Zé Pedro, conheço há muito tempo e não tenho razão para lhe apontar seja o que for e se foi ele que organizou, só tenho que dar os parabéns assim como se fosse outra pessoa a faze-lo, as velhas do Restelo é que pela sua frustração pessoal falam mal de tudo e de todos, é típico desta cidade.

Anónimo disse...

...e destes blogs, que em nada enriquessem o debate politico. - Acrescento ao Sr. Anterior

Já agora, aproveito para dizer, se alguem teve lá por aproveitamento politico foi o Sr. Vereador, a ter em conta pelos seus comentários. è uma vergonha fazer politica assim, que regresse o Sr. Helder Patrão.

Manuel Ramos disse...

Não enriquecem mais porque os comentadores, geralmente anónimos, não ajudam. Mas tem bom remédio o senhor, afaste-se dos blogs. Quanto à vergonha, é o senhor que (não) a tem quando sob anonimato escreve e interpela quem sem máscara aqui escreve. E se me juntei à manifestação foi porque com ela concordei, e se isso é aproveitamento político, pois então já não sei o que é a política. Provavelmente algo já demasiado marcado pela partidarite aguda. O que não me agrada e por isso lancei a "acha" referindo a minha participação. Infelizmente, veio ao de cima o ditado: "preso por ter cão, preso por não ter."
Enfim...

Sustelo Santos disse...

Das poucas vezes que tenho lido este blog (pq até o considero c/ interesse), farto-me de rir!
E o riso aparece pq qdo é acrescentada uma notícia, aparecem logo de seguida umas comadres e uns compadres, a baralharem o "sistema"!
Uns pq são a favor, outros pq são contra, e outros ainda pq não sabem o que são!
E vai daí entram a contradizer-se, transformando esta coisa dos blogs em amenas conversas de cavaqueira entre comadres e compadres!
Veja-se, por exemplo a história dos 31 e dos "trezentas"!
Um "vigilante" atento contou a dedo 31 vigilantes/manifestantes.
Um segundo "vigilante" participativo, afirma a pés juntos que foram cerca de trezentos!
Não há dúvida que para juntar 300 pessoas em Silves, à noite e por uma causa tão nobre, como é a defesa do património classificado e já com alguns séculos de existência, é obra!
Resta saber se esta é a verdade, ou se é a mensagem q se pretende fazer passar.
Por outro lado existe outra questão marginal, q me parece ser o cerne do imbróglio.
Trata-se da "coincidência", meus senhores!
Na concelhia do PSD/Silves aconteceu um evento trancendente, consubstanciado na eleição de um "promissor político" para presidente da mesma. Eis o futuro!
E com curriculum já descrito por um colega do rapaz!
Quem vai duvidar desta promessa q agora desponta?!
Mas para dar notoriedade a este acontecimento (da eleição), teria necessáriamente de ser montado outro cenário para o espectáculo público.
Sim pq estas coisas não têm grande visibilidade entre quatro paredes.
Há q trazê-las para a rua.
Para o povo ver com os seus próprios olhos a figura dos iluminados ou dos predestinados.
Até aqui tudo certo. Isto compete ao PSD fazer, pq é o seu papel.
Mas o senhor - vereador M.el Ramos - o q é q anda a fazer no meio desta história?!
Então o sr q se considera independente e defensor de todos os valores culturais, patrimoniais, sociais e outros q tais, deixa-se envolver ao participar nesta mise en scène, para projecção do novo eleito?
Ainda não se apercebeu q sendo a defesa do valor q está em causa, uma acção q todo e qq mortal silvense apoia, independentemente do seu sexo ou credo, a vigília/manifestação, feita nos moldes em q foi, só pode trazer proveitos político-partidários a quem a promoveu, pouco lhes interessando outros ecos q não sejam os auto-promocionais?!
Bem, por hoje já chega!
A conversa já vai longa e eu tenho mais que fazer...e acima de tudo não me quero tornar em mais um compadre!
Até à volta, amigos!

Anónimo disse...

Exma. srª Sustelo,

Concordo em grande parte no que diz no seu comentário, isto muitas vezes mais parece o passar a mão pelas costas, em que um diz e outros batem as palmas, por isso vale o que vale.

Quanto ao sr. Vereador aparecer neste acontecimento que deve ter em conta o património e não quem o realizou, passou por lá, colocou-se em lugar de destaque para a fotografia, para que??? temos que ver que os políticos actuais incluindo o pára-quedista que desse nem falo, estão desgastados isto mais me faz parecer a vida politica nacional, temos Sócrates e não temos oposição, assim se passa aqui. Vá ver uma assembleia municipal que garanto que é melhor que os "gatos fedorentos", acredite que se vai rir muito mais, tal é a qualidade!!! PS contra PS e PCP ou CDU a pregarem no deserto é este o quadro.
E este blog não passa do que é!! Um espelho da oposição.
Quanto ao PSD, só tenho que dar a mão há palmatória, está a apostar num jovem, independentemente de quem é filho, pode ser que traga novidades e uma nova visão que todos nós necessitamos. Dou os meus parabéns a todos os jovens que vão para a política é necessário muita coragem para aturar politices baixas como já vi por estes comentários.

Já agora para ser coerente com o que acima disse, dou os meus parabéns ao Dr. ou lic. José Soares, pelo menos pela sua coragem.

Por isso Sustelo, eu quero aguardar o futuro pq o presente (até um ano) já está entregue se a srª Isabel Soares se candidatar fica entregue, questiono é depois?????

Manuel Ramos disse...

Agradeço o elogio quando considera este blogue o espelho da Oposição. É uma honra que o considere como tal. Quanto ao resto, e refiro-me ao diálogo que mantém com Sustelo, talvez seja melhor fazê-lo lá pelo blogue do PSD. Nem eu, nem por certo a maioria dos meus leitores estamos interessados na reciclagem de imagem que vai por isso partido!

Joaquim Santos disse...

Srº Vereador
Hoje informei uma silvense a dirigir-se Câmara Municipal de Silves, tratar de um assunto relacionado com a área social, apesar de tudo estar bem mas a pessoas muito mal em Silves.
Passado umas horas vem a senhora toda indignada porque lhe menti, estranhei e indaguei a razão. Quando me disse que a acção social da CMS se tinha mudado para outro sitio.
Achei muito estranho pois a cerca de 3/4 meses, tinham acabado de mudar para lá vindo de outro lado qualquer.
Fui ao edifício e ao perguntar a uma funcionária fui informado que a Secção de Acção Social tinha acabado de se mudar para as Piscinas Municipais mas poderia falar com a responsável que iria ficar ali perto. Questionei a razão de uma permanência tão curta naquele espaço. A funcionária, disse que isso era assuntos para me dirigir ao Gabinete da Srª Presidente.
Passado por este episódio e após alguns contactos, chego a conclusão que a Srª Presidente não tem tino nas suas decisões, vejamos:
A Acção Social estava na Rua Manuel de Arriaga passou para o Edifico da Câmara e agora para as Piscinas, Parece que os funcionários não tem mais nada para fazer do que andar a passear com a mobília e os papeis. Nota-se que não há atitudes pensadas e coordenadas a médio e longo prazo da parte de quem manda ou seja da Srª Presidente. Tudo tomado de uma forma inconsequente.
Era mais fácil passar a Acção Social para as Piscinas logo de início, evitando perda de tempo dos funcionários. E atendimento aos munícipes.
Se a Responsável fica no edifício então significa quando os funcionários querem ir entregar algum documento a sua responsável tem de ir das piscinas á Câmara, se a funcionaria levar 30 minutos perde uma hora por dia ou seja passou quase um dia por semana a andar de baixo ara cima.
Pela atitude da funcionária, notei algum constrangimento ao falar, parecia que a informação poderia ser confidencial. Espero estar enganado… Mais logo não basta o Sócrates também a Srª Presidente.
Srº Verador entendo porque este concelho não evolui, não á coordenação nem nos serviços que são pequenos quanto mais numa autarquia que é tão grande, os funcionários passam mais tempo em tarefas desnecessárias do que a trabalhar.
Já agora gostava de saber se fosse possível o porque destas mudanças e por tão pouco tempo.

Com os melhores Cumprimentos

Joaquim Santos

Anónimo disse...

Sr. Joaquim Santos

Quando fala da Dr.ª Lina e do Gabinete de Acção Social consegue espelher um pouco do que acontece na Câmara Municipal de Silves. De facto tal é o estado da Autarquia, que nem os Vereadores por lá se aguentam. Todos os que tenham capacidade de liderança/gestão são postos a mexer ou então encostados dado porem em causa a liderança inquestionável da Sr.ª Presidente. O epilogo de toda esta história já se visiona, com uma máquina camarária completamente desmantelada e uma divida astronómica. Felizmente os Silvenses começam a ter uma leve percepção da triste realidade do Concelho.
Bem haja.

Manuel Ramos disse...

Senhor Joaquim Santos,
Procurarei saber e, tendo resposta, dir-lhe-ei.

jaquim disse...

Essa manifestação, se ocorreu como descrevem, faz-me lembrar quando saiu a notícia de que ía abrir o modelo, esse grande bicho papão que originou uma manifestação frente à câmara onde até se ofereciam batatas aos munícipes.
Isto era só um aparte. Será que é com manifestações que se resolve o problema? Já existe algum orçamento para reparações ou nem para isso a câmara tem dinheiro? que peça aos senhores da viga d'oiro ou prata? a sra presidente com tantos amigos pedreiros não consegue que ningúem lhe faça um orçamento? depois faça uma colecta pela população, de certeza que vai arranjar algum. Até pode dar o exemplo e contribuir com algum do nosso dinheiro, ou será dela? hum? já não sei bem...
Quanto ao novo presidente e futuro candidato, resta-me rir.