5.1.07

Espaço de Informação

O Orçamento e as Grandes Opções do Plano da Câmara Municipal de Silves foram reprovados na última Assembleia Municipal do dia 3. O mesmo não acontecera na reunião de Câmara de 20 de Dezembro, onde funcionou a maioria. Mas ficaram as declarações de voto do CDU e do PS que talvez ajudem a perceber o que se anunciava. Em uníssono, o que já se esperava, a Oposição (fica aqui a declaração de voto da CDU e do BE, as únicas que possuo) disse não a um Orçamento que teve tudo de unilateral, o contrário de participativo que é a forma democrática de trabalho e que vai sendo implementada por autarquias de todas as cores. É o Poder que temos.
Da Comunicação Social chegam os primeiros ecos do assunto: no Barlavento on-line e no Região Sul on-line (clique para ler).
Entretanto conheci mais um blogue interessante sobre o concelho, na área dos interesses e temática do Blogue do Vereador, este já com algum tempo, e que recomendo. Paulo Silva, colaborador do Terra Ruiva, é alguém que vale a pena ler. Aqui, e nas ligações laterais fixas, fica o endereço do Penedo Grande.
Finalmente, para os que gostam de se manter informados, dois grandes sites: primeiro o lançamento do Ecoline, um portal sobre Ambiente, uma base de dados que guarda memórias (fotos, filmes, notícias, infografias...) sobre este assunto desde 1900! Um magnífico repositório que agora está a dar os primeiros passos. Parabéns ao ISCTE!(e obrigado Carlos, pela dica); em segundo lugar, e para quem quer estar a par das notícias em todo o mundo, uma página que nos redirecciona para as primeiras páginas de jornais de todo o mundo (Portugal tem lá quatro) e outras coisas (obrigado Edmundo). Experimentem!

6 comentários:

jose meireles disse...

O orçamento devia ser efectivamente um instrumento de gestão ..., mas na realidade assim não acontece. A previsão de cerca de 30 milhões de euros para pagamento de dívidas, a meu ver é absolutamente natural, porque se esse dinheiro não for pago, não aparecerá mais nada feito em Silves. Conforme algumas obras já pararam ao longo da avenida por falta de pagamento. Assim com esse pagamento, IS tem mais dois anos para terminar as obras em curso. E quando se apresentar, se chegar até lá o seu mandato, a novas eleições tem muitos silvenses a dar-lhe novamente o voto, não estando nada interessados no déficit da câmara (o que é pena).
Tendo havido um crescimento de 19% de emprego camarário, não deixa dúvidas a ninguém que isto leva a que o PSD tenha a maioria na Câmara. E seja qual for o partido que entre, tem que limpar os tentáculos do polvo que já é enorme, para que possa governar e fazer alguma coisa.
Quanto à distribuição das verbas (irrisórias) para as obras, está-se mesmo a ver que não passa de mera fantasia, ou então haverá algum industrial da construção civil que vai ajudar a construção da escola primária de Messines, ou construir a via circular a Norte de Silves, pelas importâncias indicadas no Orçamento. Já vi orçamentos em que propõem cerca de 500,oo euros para uma escola primária e depois há um empreiteiro que a constroi como contrapartida para a Câmara.Mas julgo que não será o caso de Silves, porque exige uma boa engenharia financeira.

Manuel Ramos disse...

Se os 30 milhões de euros de despesas correntes forem para pagar as dívidas actuais, como pagará a câmara aos funcionários ou fará despesa inadiável de funcionamento?
Lembre-se: "só" 10 milhões vão para funcionários!

A.F. disse...

Em casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razáo.
No caso da nossa Autarquia a falta de verbas origina muita discussão e só alguns têm razão. São aqueles que têm vindo a contestar de há muito as más práticas de gestão que têm vindo a ser seguidas e conduziram à triste situação que temos.
Finalmente, a Assembleia tomou a atitude que se impunha, de forma a que o Orçamento, em vez de ser um documento imposto, seja fruto duma participação construtiva de todos os partidos, que permita a melhor via de solução para os graves problemas existentes.
A esquerda ao chumbar a Proposta de Orçamento, ora submetida a apreciação, não o faz por capricho, nem por receio de que, uma vez solucionados os problemas, a actual Presidente volte a ganhar novamente as eleições.Essa hipótese parece muito remota.
A esquerda tem que dar a lição que se impõe e, participando na construção do referido Orçamento vabilizar o funcionamento da Autarquia.
Ser de esquerda é ser crítico em relação a todas as formas de dominação, ainda que subtis.
À Assembleia Municipal cabe um papel muito importante para a solução dos graves problemas existentes. e, julgo que terá alguma responsabilidade moral,pela forma algo passiva como tem vindo a acompanhar o desenrolar dos acontecimentos.
A situação é grave e, por conseguinte, as soluções têm que ser encontradas com a participação de todos.
O Executivo tem de aceitar a participação construtiva dos outros partidos.
A Assembleia pode ajudar o Executivo a encontrar consensos.
Os factos nâo deixam de existir só por serem ignorados.
A.F.

A.F. disse...

Da leitura da Declaração de Voto da CDU, com cuja argumentação concordo em absoluto, pode concluir-se que estamos em presença duma Proposta de Orçamento irrealista, sem um mínimo de coerência, direi mesmo ridícula.
Bem andou a Assembleia Municipal ao não votar favorávelmemte tal Proposta.
Resta agora que o bom senso impere e que, com a participação de todos os partidos, seja conseguido um Orçamento coerente, exequível e ajustado à nossa triste realidade.
O mal está feito, há que encontrar as melhores soluções possíveis.
Quanto ao facto do PSD ter colocado a Autarquia à beira do abismo, resta-me acrescentar que quando se está à beira dum abismo, a única forma de ir em frente é dar um passo à retaguarda.
Assim o PSD entenda que tem que desistir de fazer disparates, por capricho, e tente encontrar vias de consenso com os restantes parceiros, para bem de todos.
A.F.

José Varela (al-Farrob) disse...

Como algarvio e do concelho aproveito para convidá-lo a fazer uma visita a este projecto, que não sendo especificamente do concelho de Silves, também o é, porque nem só de orçamentos vive o homem:)

Raios de Sul

Força

Manuel Ramos disse...

Tem toda a razão. E obrigado pela sugestão de visita, embora já tivesse "aportado" ao seu blog e página pessoal. Só tenho que lhe dar os parabéns pelas bonitas fotos. Um verdadeiro arquivo!