15.1.07

Reunião ordinária da Câmara - 17.01.2007

Realiza-se quarta-feira, dia 17 de Janeiro, pelas 9.30 horas, mais uma reunião camarária.
A Ordem de Trabalhos é a seguinte:
  1. Aprovação da Acta;
  2. Informações;
  3. Antes da Ordem do Dia;
  4. Processos de Obras Particulares (47 itens);
  5. Processos de Obras Municipais (2 itens);
  6. Assuntos Diversos (10 itens).

Dos assuntos em consideração, faço realce para a discussão da proposta de Regimento da Câmara Municipal (agendada sucessivamente desde o Verão passado, salvo erro), para a lista definitiva dos alunos (15) a quem foi atribuída pela autarquia Bolsa de Estudos, e à resposta do Eng. José Garcias Fernandes, instrutor dos processos disciplinares do Eng. Henrique Brás e do Senhor Vítor Rocha, à solicitação para que fundamentasse as razões do seu pedido de prorrogação da instrução apreciado na reunião do dia 20 de Dezembro.

6 comentários:

André Bento disse...

Se o processo de atribuição de bolsas de estudo camarárias aos alunos do concelho for tão transparente como no passado ano - em que documentos "desapareceram" de forma misteriosa dos processos - dará para mais alguns comentários no Saco dos Desafabos...
Ou será que alguns bolseiros que no ano anterior não quiseram comparecer no salão nobre para a sessão de fotos presidencial foram eliminados da lista a candidatos?!

Anónimo disse...

O senhor Ramos sabe com certeza que o Engº Henrique Brás já se foi embora para Faro. porque é que nunca disse nada aqui no seu blogue? É curioso e estranho...

Manuel Ramos disse...

Curioso e estranho é ser o senhor(a) a informar-me de tal coisa que, acredite, não sei de fonte oficial, só ouvi uns zunzuns... Não seria normal ser a Presidente a fazê-lo no espaço de Informação que existe em todas as reuniões? Pois não o fez. E se é a Presidente que agora o faz neste blogue, debaixo de anonimato, fique sabendo que não é nem o local nem a forma.

Anónimo disse...

Senhor Ramos aproveite para perguntar na reunião de hoje qual o parentesco entre o Vereador Domingos Garcia e o Engº de Albufeira e que fez o projecto de Val Fuzeiros. E já agora qual foi o erro encontrado nesse projecto que provocou derrapagens no seu custo... não vou expecificar. Pergunte... pergunte.

Anónimo disse...

Caro Dr Manuel Ramos. Não caia nessa do parentesco pois não tem fundamento. Agora o erro no projecto sim,

Manuel Ramos disse...

Só agora li, já depois da reunião, os vossos comentários. De parentescos não sei, nem acho que tenham para o caso relevãncia. No limite até somos todos parentes!! Agora sobre o erro de projecto e quem o realizou, isso sim, interessa-me. Consultei o projecto de Vale de Fuzeiros na DSUA; a parte respeitante ao saneamento tem projecto, embora não constatasse o que para aí se diz; da sub-empreitada feita a posteriori em que se envolveu a Viga d'Ouro (arranjo e asfaltamento dos caminhos adjacentes à via principal não há projecto (nem engenheiros, claro).